Exposição “утопія / Utopia: uma triko(to)m(ia) na memória”

de Teresa Vieira
Curadoria de Rita Marinho
07.04 – 07.05 2018
Entrada Livre

A “Utopia” nasce de uma vontade de exploração das vidas, dos espaços, dos tempos perdidos e congelados na memória da antiga União Soviética. Uma memória que prevalece intacta, congelada, num tempo em que a História dita o revisitar do passado. Um tempo em que o tempo não sabe quanto tempo o tempo tem: um futuro incerto, de inimigos (não tão) invisíveis que assolam o nosso destino enquanto indivíduos mas, acima de tudo, enquanto sociedade.

Teresa Vieira, nascida em ‘93, mestre em Comunicação e Artes, trabalha actualmente enquanto office manager da Phenomen Films (produtora de cinema russa, sediada em Londres) e designer freelance do Gabinete de Informação do Parlamento Europeu.
A arte é a base primordial da sua vida e dos seus interesses pessoais. Desenvolve projectos ( jornalísticos, académicos e voluntários) relacionados com a área de cinema e performance art desde 2013 e tem desenvolvido a sua experiência profissional na área de Comunicação (Parlamento Europeu, Junta de Freguesia da Estrela, entre outros).
A escrita é a sua forma de expressão de eleição e o vídeo e a fotografia acompanham-na a todos os passos que toma e guiam-na nos caminhos ainda a percorrer.

“Utopia” was born from the inner desire of exploring lives, spaces, lost times frozen in the memory of the old Soviet Union. A memory that remains intact, frozen in a time in which history dictates us to revisit the past. A time where “time doesn’t know how much time time has”: an uncertain future of (not so) invisible enemies plaguing our fate as individuals, but also as a society, above everything else.

Teresa Vieira, born in ‘93, Ma in Communication and Arts, works as an Office Manager in Phenomen Films (Russian Film Producer based in London) and as a freelance designer of the European Parliament’s Information Office in Lisbon.
Art is the cornerstone of her life and an essencial base of her personal interests. Developing projects (journalistic, academic and/or volunteer work) related with cinema and performance art since 2013, Teresa has been developing her professional experience in the area of Communication (European Parliament, Junta de Freguesia da Estrela, amongst others).
Writing is her main form of self-expression, whilst video and photography walk along with her step by step, guiding her on the paths still to roam.